SUS vai fornecer novo medicamento para doença rara que atinge os ossos

O governo federal incorporou o medicamento ácido Zoledrônico (ZOL), que atua especificamente para restaurar os ossos e aliviar a dor de quem sofre com a doença de Paget, entre os remédios que devem ser disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A nova aquisição estará disponível nas unidades públicas de saúde de todo o País em até 180 dias.

De acordo com o Ministério da Saúde, a inclusão do medicamento deve gerar um impacto inicial de R$ 9,6 milhões por ano.

A decisão de ofertar o remédio levou em conta sugestões de pacientes e familiares de portadores desta doença e foi debatida entre profissionais da saúde e especialistas da Comissão Nacional de Incorporação de Novas Tecnologias ao SUS (Conitec).

Doença rara
Atualmente, o SUS oferta os medicamentos Alendronato, Risedronato e Pamidronato para a doença. Depois da osteoporose, a doença de Paget é o segundo distúrbio ósseo mais comum na população brasileira, mais frequente em indivíduos com mais de 55 anos e em homens.

Em muitos casos, a doença é assintomática e o diagnóstico é feito por achados radiológicos ou exames realizados por outros motivos. Ela pode causar deformidades nas áreas da pelve, coluna, crânio, fêmur e tíbia.

O atendimento dos pacientes é feito com base na Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras do Ministério da Saúde. Ao todo, o Brasil possui sete serviços de referência no atendimento a doenças raras.

 

Portal Brasil

Compartilhe

Cariri em Ação

Leia mais notícias em caririemacao.com, siga nossa página no FacebookInstagram e Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Cariri em Ação pelo WhatsApp (83) 9 9634.5791, (83) 9 9601-1162.