CURIOSO: Emissora divulga estado de saúde de bebê nascido de mulher em coma há 14 anos

Com a grande repercussão em torno do caso de uma mulher que deu à luz mesmo estando em coma há 14 anos, o hospital Hacienda HealthCare, onde ela se encontra internada, segue em estado de alerta: tanto pela investigação de que a paciente tenha sido estuprada, quanto pelo estado de saúde do bebê recém-nascido.

Segundo a unidade hospitalar, localizada em Phoenix, nos Estados Unidos, a criança — um garoto — apresentava a saúde estável logo após vir ao mundo. No entanto, a emissora CNN afirma que o bebê passou por sofrimento fetal e segue hospitalizado.

O garotinho deve ser criado pelos avós, conforme revelado pelo advogado da família, John Micheaels, à TV: “A família está indignada e traumatizada com o abuso e negligência que sua filha sofreu no Hacienda HealthCare. A família também pediu que eu dissesse que este menininho será criado por eles, em um lar cheio de amor e de cuidado.”

Incapaz de se comunicar ou locomover, a polícia norte-americana apura se a paciente foi estuprada. Nenhum enfermeiro havia percebido a gravidez da mulher até o momento em que ela entrou em trabalho de parto, no dia 29 de dezembro de 2018.

A mulher está internada na clínica desde um afogamento que a deixou em estado vegetativo, há 14 anos.

Compartilhe

Cariri Em Ação

Leia mais notícias em caririemacao.com, siga nossa página no FacebookInstagram e Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Cariri em Ação pelo WhatsApp (83) 9 9634.5791, (83) 9 9601-1162.