Campanha pretende prevenir a gravidez na adolescência

Começa nesta segunda-feira (4) uma série de atividades educativas para prevenir a gravidez na adolescência.

A campanha da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus) vai realizar ações de conscientização durante todo o mês de fevereiro para adolescentes atendidos nos centros de atenção à criança e aos que cumprem medida socioeducativa.

Membros do Comitê Consultivo dos Direitos da Criança e Adolescente do DF e Conselheiros Tutelares também são público-alvo da campanha.

A programação inclui debate, exibição de filmes e a assinatura de uma carta compromisso com o plano continuado de prevenção da gravidez na adolescencia apresentado pela Sejus.

Levantamento realizado pela consultoria Macroplan, intitulado de Índice dos Desafios da Gestão Estadual, aponta que o DF tem o menor índice de gravidez precoce do País. Em 2016, 12% dos nascidos vivos na capital federal são filhos de mulheres de 10 a 19 anos.

A gravidez na adolescência é 3ª causa de mortalidade juvenil, perdendo apenas para homicídios e acidentes no trânsito, segundo dados da Organização Mundial de Saúde.

O Governo do Distrito Federal destaca que a adolescente que engravida precocemente enfrenta situação de risco, pois o corpo, em formação, não está pronto para uma gestação. O bebê pode nascer prematuro e, na maioria dos casos, há complicações na gravidez e no parto. Contribuem para a gravidez na adolescência fatores como a pobreza; a falta ou inadequação de modelos de identificação oferecidos pela sociedade, como um enaltecimento da mulher grávida.

EBC

Compartilhe

Redação Cariri em Ação

Leia mais notícias em caririemacao.com, siga nossa página no FacebookInstagram e Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Cariri em Ação pelo WhatsApp (83) 9 9634.5791, (83) 9 9601-1162.