Paraíba tem redução de 19% dos casos suspeitos de dengue em 62 municípios

A Paraíba registrou uma redução de 19% dos casos suspeitos de dengue em 62 municípios paraibanos este ano, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta sexta-feira (8), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde (GEVS).

Conforme o boletim, em 2019 foram registrados 494 casos suspeitos de dengue no estado, 116 a menos que o registrado no mesmo período de 2018, quando foram verificados 610 casos notificados.

Os dados são referentes à 8ª Semana Epidemiológica (SE) e apontam, também, uma redução nos casos suspeitos de chikungunya e zika. Quanto à chikungunya, foram notificados 89 notificações em 22 municípios, em 2019. Este dado corresponde a uma redução de 10,1 % em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 99 notificações.

Para a doença aguda pelo vírus zika, até o momento foram notificados 19 casos, em 12 municípios este ano, caracterizando uma redução de 24% em relação ao mesmo período de 2018, que notificou 25 casos prováveis.

Na Paraíba, os coeficientes de incidência para dengue, febre chikungunya e vírus zika são respectivamente:12, 36; 2,2 e 0,5 por 100 mil habitantes, incidências consideradas baixas segundo os critérios do Ministério da Saúde.

Óbitos

Até a 8ª Semana Epidemiológica de 2019, foram registradas duas notificações com suspeita de mortes causadas por arboviroses, de acordo com a SES. Um caso, no município de Soledade, já foi descartado e o outro, no município de João Pessoa, continua em investigação.

“Os óbitos suspeitos devem ser informados imediatamente, no período de 24 horas. A suspeita deve ser investigada em nível domiciliar, ambulatorial e hospitalar, utilizando o Protocolo de Investigação de Óbito por Arbovírus Urbano no Brasil – Ministério da Saúde”, alertou a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Talita Tavares.

Ações de combate

Conforme a SES, no período de 11 a 22 de fevereiro deste ano foram realizados ciclos de aplicação do UBV Pesado (Carro Fumacê) na área litorânea do estado, especialmente nos municípios de Pitimbú e Conde (Praia Bela, Carapibus e Praia de Jacumã).

Em João Pessoa, 21 bairros receberam o ciclo no mesmo período. A ação também aconteceu em Baia da Traição e Mataraca, em Praia de Barra de Camaratuba, priorizando setores de grande movimento de pessoas durante o período carnavalesco.

A SES orienta que os municípios intensifiquem as ações, principalmente nesse período intermitente de chuvas e quando há necessidade de armazenar água. As ações devem ser integradas com os setores de Infraestrutura, Limpeza Urbana, Secretaria de Educação e Meio Ambiente.

Compartilhe

Cariri em Ação

Leia mais notícias em caririemacao.com, siga nossa página no FacebookInstagram e Youtube e veja nossas matérias, vídeos e fotos. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Cariri em Ação pelo WhatsApp (83) 9 9634.5791, (83) 9 9601-1162.